Rock in Rio: Dia 2 – Retorno à Cidade do Rock

O dia 2 de outubro foi o meu retorno à Cidade do Rock pra curtir o último dia de Rock in Rio. Aguardava este dia pra completar as apresentações históricas do festival (ao menos pra mim).

Estavam no lineup daquele dia: Detonautas, Pitty, Evanescence, System of a Down e Guns ‘n’ Roses. Era de se esperar que fosse um dia realmente explosivo. Com algumas rodas e felicidade pra todo mundo.

Chegando lá parti pra minha epopeia de curtir um pouco além dos palcos. Enfrentei algumas filas como a da filmagem da propaganda da Coca-Cola (mas desisti depois de 15 minutos) e da foto no estande Trident. Bom pelo menos interagi com alguma coisa. Continuou sendo área desconhecida o fundo da Cidade, próximo à Montanha Russa, que diga-se de passagem tinha filas enormes bem como a tirolesa, a roda gigante e o Kabum.

Entretanto, sem a chuva do dia 24, os passeios pela Cidade do Rock foram mais agradáveis.

Um outro ponto que ao que me parece veio melhorando a cada dia de festival foi a segurança. Muito melhor neste último dia. Cheguei a ter a bolsa com os lanches olhada umas 4 vezes até a entrada. E estava sendo assim com todo mundo. Ainda vi guarda-chuvas por lá, mas enfim. Uma mínima parcela que não impediu que tudo corresse bem.

Eu e meu amigo @raphalezep saracoteamos pela Rock Street e vimos um pedaço do show da maravilhosa Taryn Szpilman, que além de linda manda muito bemno Sunset e (ou)vimos um pedacinho do show do Titãs com o Xutos e Pontapés – às vezes me pergunto se eles são a única banda portuguesa de rock.

Insistimos na vibe da Eco-Pista Philips, que não estava com um dj tão inspirado quanto no dia 24, mas deu pro gasto.

Após algumas caminhadas paramos em uma das laterais pra assistir ao fim do show do Detonautas. Pareceu estar bem animado a galera pulou bastante no fim. E o dj colocou pra saída deles Smells Like Teen Spirit TODA  a Cidade do Rock pulava loucamente quando o som subitamente parou no meio da música. E só. Só isso. Parou. TENSO.

Depois do show do Detonautas entrou a Pitty no palco. Energia legal sempre. Show que anima, mesmo investindo em baladas. Algumas mais melosas que outras mas sempre acabam agradando todo mundo. No fim, antes de encerrar sua Máscara ela mandou Smells Like Teen Spirit  acho que pra agradar a galera. Não estava no gargarejo mas acredito que a galera tenha curtido bastante.

Depois de um vocal feminino outro. Dessa vez era Amy Lee, que tal como Axl Rose, demitiu a banda inteira e carregou o nome sozinha. Show bem executado, mas chatinho. Músicas novas e hits que não impactaram tanto assim foram a base do setlist. Going Under, Bring Me to Life e Call Me When You’re Sober, são as que mais empolgaram o público que me lembro. Dificuldades à parte a banda, inclusive Amy Lee, mostraram uma preocupação em fazer um show bem feito ao menos. E isso se torna importante num dia como este do RiR.

E pouco tempo depois um enorme pano branco cobriu o palco. Uma projeção com o nome SYSTEM OF A DOWN, dá início ao show.

Gritaria, histeria e há alguns metros de mim, vejo a primeira roda se abrir com o primeiro acorde de Prison Song, estava tão emocionado que não conseguia pensar em mais nada além de pular e ver aqueles armênio-descendentes  no palco. Minha felicidade foi extrema quando Serj Tankian num modelo camisa social e barbicha (:O) entrou e começou a ditar os primeiros versos: “They’re trying to build a prison”. Todo o resto é história. De fato. O show do System Of A Down foi o melhor show que fui na vida. E o mais comentado no dia seguinte depois do show do Slipknot. E isso tudo sem metade da teatralidade no palco. Letras conscientes. Energia no palco. E um discurso um tanto quanto sarcástico sobre o uso dos recursos naturais e tecnologias dispensáveis deram o tom do show desta banda que tem desde o princípio o ativismo como sua ideologia. E isso não foi tudo. Eu já estava no meio da roda curtindo o show e percebia que o show não acabava. @raphaelzep brincava que eles tocariam a discografia

inteira. E eu já estava quase acreditando naquilo. E eles tocariam 28 músicas ainda naquela noite. E nem o andamento mais cadenciado de algumas músicas ou a porcaria de som que proporcionaram no show da banda fizeram o show ser menor. Hits mundiais como Aerials, Chop Suey e B.Y.O.B. estavam lá pra levar todo o público à loucura, e músicas do primeiro cd como Suggestions, Sugar e War? pra agradar até mesmo os fãs mais xiitas. Enfim um show daqueles que você se pergunta: “Eles esqueceram de alguma coisa?” E já sabe a resposta. Foram duas horas mágicas pra quem estava ali ansioso por boas apresentações que valessem o investimento feito.

Setlist do SOAD:

*-*

O show mais esperado da noite (literalmente) foi o do Guns ‘n’ Roses, que mesmo sob ameaça de multa, público debaixo de chuva e vaias, atrasou 1hora e meia. O público foi mixando, indo embora e quando Axl Rose subiu ao palco – depois de muita enrolação – o público o recebeu até que muito bem diante do ocorrido. O “Good Morning, Rio” deu o tom sarcástico necessário pra desanimar os mais irritados (como eu). Eu me devia um show do Guns. Não estive da última vez que vieram ao Rio. Mas a decepção e a falta de respeito, misturados à chuva que caía sem trégua me fizeram desistir daquilo lá pela 8ª música. A única vantagem foi ter ouvido os clássicos Sweet Child O’ Mine e Welcome To The Jungle antes de sair e You Could Be Mine já no caminho pra fora da Cidade do Rock acompanhado por centenas de outras pessoas que tinham mais o que fazer na segunda-feira. Decepcionante, embora a imprensa brasileira tenha simplesmente abafado os fatos. E assim terminou o Domingo/Segunda de Rock in Rio, ao som de um Guns que nem de longe (exceto pelos covers propositais dos integrantes) lembram o Guns de outrora e que em nenhum momento se preocupa em se mostrar o “novo” Guns ‘n’ Roses.  Um ano e meio atrás eu perguntava neste mesmo humilde blog se o vinho do Guns tinha “vinagrado”. Agora tenho certeza.

Seria o Dick Tracy ou pessoal das cataratas do Niagara do PicaPau?

Enjoy 😉

Ah e assista às narrações e vídeos feitos pelo Raphael Oliveira (@raphaelzep) e por mim.

Canal do Youtube

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s