Recordar é viver – Kyuss

kyuss-promoUma banda tem me tirado o sono nos últimos dias. Acho que tenho que parar de dormir com fones de ouvido.  Eu não a conhecia até um tempo atrás, quando comecei a ouvir QOTSA(Queens Of The Stone Age), e vários dados os ligavam a essa banda: Kyuss. (Pronuncia-se kaius).

Então, eu nesa febre de ficar procurando banda e com uma arma em mãos ( o lastfm , que eu tinha e nao usava) eu fui atraído até esse som muito louco vindo do deserto.

No começo dos anos 90, quando no mundo e nos EUA estourava o grunge do Nirvana, o Kyuss estava a pleno vapor fazendo as chamadas “generator parties” no meio do deserto da Califórnia. A banda formada pelo então adolescente Josh Homme, vocalista do Queens Of The Stone Age e Nick Oliveri – o baixista peladão do QOTSA que tocou por aqui no Rock In Rio III –  e sua turma, se destacou ao popularizar uma vertente até então desconhecida o Stoner Rock. O talento de Josh Homme, já sobressaia na juventude. A criatividade ao usar caixas de baixo pra tornar o som de sua guitarra mais grave, chamaram a atenção e logo o Kyuss ficou conhecido na cena underground americana. Depois de assinarem com um selo pequeno da Califórnia, o Dali Records, encurtaram o nome da banda, que até então era Sons Of Kyuss, para Kyuss e saíram em turnê. Infelizmente a banda acabou em 1995, quando Homme desiludido com a música sai e  entra pra faculdade em busca de respostas. E volta com o Queens Of The Stone Age. euri

Dessa banda surgiram algumas das maiores bandas do chamado Stoner Rock: Mondo Generator, Hermano e o próprio Queens Of The Stone Age, embora rejeitem o termo.

O que interessa de verdade é uma palhinha dos caras. Som pesado, guitarra impactante, bateria alucinada então, é só curtir. O clipe é de Green Machine: Muita terra, carros envenados, geradores a gasolina, caras descamisados, estradas no meio do deserto…isso é stoner, hehe.

Links:

Wikipedia – Kyuss

YouTube – Kyuss

Enjoy! 😉

Anúncios

2 thoughts on “Recordar é viver – Kyuss

  1. Tá eu gosto de QOTSA, mas nunca ouvi falar dessa banda que acabou em 1995…Eu queria ver e ouvir agora também, mas como a nossa queriada faculdade não nos deixa fazer comunicação eu fico tentanto imaginar os caras descamisados e o som pesado da guitarra porque pra variar o pc lá de casa deu pau e estou “desinetada”. Eu sou uma espécie de espectro buscando a música para meu ser, contudo me resta apenas uma velha Eagle com adesivos das respectivas cordas para eu acertar os difíceis acordes de Drive da Incubus…

    Eu te amo meu amigo
    Tamyris Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s