Democracia????

Será que o vinho do GNR vinagrou?

Será que o vinho do GNR vinagrou?

Não sou o primeiro nem o último a falar do novo velho CD do Guns n’ Roses.  E se tratando de Guns, todo fã vira crítico. Bom… vamos à minha inútil opinião…

Com a maior boa vontade fui ouvir o CD do Guns. Cheio de expectativa, também. Mas me surpreendi decepcionei com o que ouvi na bolachinha digital. O guns me soou tão longe do bom e velho rock’n’roll q chegou a ser constragedor ouvir as tentativas loucas do Axl de recuperar musicas “insalváveis”, empurrando falsetes que em nada se parecem com o antigo Axl.

Entendo que a música muda e isso deve significar evolução. Mas neste caso não posso considerar evolução um som que mais parece cover de si mesmo.

O som do Guns está tão distante da realidade musical atual (esses 14 anos não fizeram bem) que se esse som fosse lançado na oportunidade máxima que Axl e Dizzy(coitado) perderam, o Rock’n’Rio III, ou seja 2001, o som estaria inserido num contexto de um cenário musical condizente. Mas nunca no cenário musical atual.

Tantas viagens eletrônicas e o vocal rouco de Axl algumas me deram a impressão de estar ouvindo o industrial de  Marylin Manson, Ramstein e outros.

A faixa título “Democracia Chinesa” (“Chinese Democracy”, no original) demorou tanto tempo na produção (todo o disco também) que já é – exagreros à parte- quase uma realidade.  Mas isso não vem ao caso. E sim uma música que leva 1 min pra começar (Aquela introdução ficaria linda no show mas no CD num tem vibe, nem a dá) tem riffs pouco inspirados. Realmente me chateou. Mas ainda assim ela é bem pegajosa, talvez salve o Guns da derrota. A guitarrinha do começo tem cheiro de trilha de comercial de carro…

Por fim fico pensando com meus botões, porque um cd que carrega em si a pretensão de falar sobre a democracia num país totalitarista/repressor como a China pôde soar tão burocrático. Quem sabe se ele da próxima falar da democracia em países mais complicados como os… EUA, por exemplo, o Guns volte a ser o que era? Sei lá. Acho que o vinho do GNR passou do ponto e vinagrou. Uma pena…

Anúncios

8 thoughts on “Democracia????

  1. Pessoalmente gostei muito da voz do Axl nesse cd. Só não entendi o flerte com a musica eletrônica…
    A guitarra da primeira musica, que achei a melhor do disco, talvez seja explicada pelo produtor do disco que é o mesmo do “extinto” Rage Against the Machine.
    Ahhhhh, muito boa a idéia do “tracinho corretor”… rsrsrs

  2. Cara, parei de ouvir Guns assim que Slash e Duff saíram.
    ainda aguentei um pouco , claro. pq o Axl ainda era alguma coisa.
    mas o tão esperado Chinese Democracy tbm me decepcionou, talvez seja pq eu não queira gostar de um Guns sem Duff e Slash, talvez seja por isso que eu não tenha conseguido gostar de nenhum solo desse CD. até quando eles tocam ‘Sweet Child Of Mine’ ou “Welcome The Jungle” não sinto mais aquele “TESÃO” (lol XD ) que sentia antes. D:

  3. bom eu n escutei ainda o cd, mais deve táh horrivél pelo o que o RAPHAEL e DANIEL falou….
    agora sim o GUNS NUNCA MAIS vai pra frente sem o
    * Slash – guitarra
    * Duff McKagan – baixo
    * Izzy Stradlin’ – guitarra
    * Steven Adler – bateria
    sorte a deles se eles conseguirem atrair muita gente na turne que eles vão fazer aki no brasil…

  4. Eu, como muitos outros, escutaram 1x todo o novo CD e acharam um lixo. Não curtio. Escutei outra vez e achei muito mas muito bom. É um Guns renovado, outro estilo, outros integrantes. Uma banda nova. Gostei do som e das remixagem que foram elaboradas, um cd completamente novo e estilo de música que não me lembra qualquer outra banda a não ser esse novo Guns que Axl criou.

    Os tempos mudaram e a banda antiga acabou (infelizmente).
    Hoje estou indo no Show do GNR aqui em Porto Alegre/RS, certamente para ver um ídolo, Axl, e não o que me venderam “Show Guns N’ Roses”, GNR é coisa do passado com os integrantes antigos, que foi um MARCO NA HISTORIA DA MUSICA.

    Admiro Axl, e não espero ver o vocalista de antigamente, mas certamente irei voltar satisfeito em escuta-lo ao vivo. (Isso se ele não se revoltar a abandonar o publico no meio do show hehe)

    Grande abraz,
    Ricardo Monteiro

  5. Bom…complicado falar de Guns nos dias de hoje. Eles fizeram show pertinho da minha casa, em São Paulo. Quando anunciou no rádio eu até pensei em ir…mas ai me lembrei de toda história (Axl ter acabado com a banda no auge do sucesso) e desisti.

    Não dá para ouvir Guns sem Slash…impossível! não ouço Guns só por ser Guns, mas por todo contexto + o Slash, a criatividade dele contribuia muito para a banda e é por isso q o Chine Democracy não presta…não tem um solinho marcante muito menos envolvente…nem parece Guns…

  6. Fato é que o New Guns é um Lixo… admiro os fans pela boa vontade de ouvir várias vezes aquele sofrível CD do Chinese

  7. admiro os fans pela boa vontade de ouvir várias vezes aquele sofrível CD[2] . Mesmo ouvindo várias vezes, minha opinião não mudou muito, não. Será que a primeira impressão fica?

  8. Então…
    o flerte com música eletronica….pra quem segue a carreira desse cara….sabe, vem de sempre….um pequeno dos muitos motivos que ele e Slash seguiram rumos diferentes……segundo Axl sempre teve esse lado meio rapper…….
    o cd me mostrou um Axl Rose maduro………mudado..claro….pela vida…experiências….expectativas….assim como nós mudamos…se fosse muito parecido..semelhante…diriamos que esperavamos algo diferente………..
    então temmos que dar nossa opinião em tudo claro…temos que ter opinião…mas com muito cuidado……………primeiro temos que nos avaliar………na linha da vida..com nossas mudanças e tal……..
    terminando pra não virar livro

    abracos a todos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s